Destaque da seleção brasileira de futebol de amputados tem apenas 17 anos e sonha alto.

Pedro Henrique, de 17 anos, nasceu com uma má formação congênita “mas sempre fui apaixonado por futebol”, nas O meia-atacante joga desde os 14 anos e surge como uma jovem promessa da modalidade.

Nossa equipe conversou com o jogador que, apesar da pouca idade, tem sonhos e responsabilidades de sobra, ele nos conta sobre a responsabilidade, dos sonhos, da modalidade ainda não ser uma modalidade paralimpica, e principalmente da vontade de representar o País.

A seleção disputará o Mundial na Turquia em 2022 e acompanhamos o treino da seleção na cidade de Sorocaba. O futebol de amputados ainda não é uma modalidade disputada em uma paralimpiadas, que nas palavras do técnico Rodrigo Oliveira, é sim uma das disputas mais importante envolvendo o paradesporto. Há rumores de que possa vir a ser integrado aos próximos ciclos, nossa equipe foi atras desta informação e não obteve nenhuma informação concreta referente a isso. Esse assunto ainda será novamente abordado com essa informações.

A modalidade no país ainda precisa de muita força, tanto da imprensa, quanto do público em acompanhar quanto dos patrocinadores, no futebol o Brasil é uma potência muito grande, dentro do Paradesporto, ainda podemos destacar o futebol de cinco que é penta campeã de forma invicta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.